Apresentação

 

A Proteção e Defesa Civil no Brasil está organizada sob a forma de sistema, denominado de Sistema Nacional de Proteção e Defesa Civil - SINPDEC, composto por vários órgãos.

A Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil - SEDEC, no âmbito do Ministério da Integração Nacional, é o órgão central desse Sistema, responsável por coordenar as ações de proteção e defesa civil em todo o território nacional.

A Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil - COMPDEC tem o objetivo de reduzir os riscos de desastres e compreende ações de prevenção, mitigação, preparação, resposta e recuperação, e se dá de forma multissetorial com ampla participação da comunidade. O município deve estar preparado para atender imediatamente a população atingida por qualquer tipo de desastre, reduzindo perdas materiais e humanas.

Há uma grande diversidade de desastres naturais, humanos e mistos, conforme classificação adotada pelo Sistema Nacional de Proteção e Defesa Civil e aprovada pelo Conselho Nacional Proteção de Defesa Civil, Codificação de Desastres, Ameaças e Riscos - CODAR.

O Brasil apresenta-se com características regionais de desastres, onde os desastres naturais mais prevalentes são:

 

   - Região Norte - incêndios florestais e inundações;

   - Região Nordeste - secas e inundações;

   - Região Centro-Oeste - incêndios florestais;

   - Região Sudeste - deslizamento e inundações;

   - Região Sul - inundações, vendavais e granizo.

 

Em Itajaí, a Defesa Civil está preparada para atuar frente aos desastres hidrológicos, geológicos e com produtos químicos que são os desastres pelos quais a cidade está mais suscetível devido suas características geográficas e industrial.